Bissau Perspective número 7

Autor: Alfa Candé; Categoria: Crónicas; Comunidades: Guiné-Bissau; Tags: Desporto; Idioma: Português; Data: 24-10-2016 às 00:00

Realizou-se nesta quarta-feira em Libreville (Gabão), o sorteio da 31a edição da fase de grupos do CAN (Campeonato Africano das Nações), Gabão 2017 que ditou o seguinte:
Grupo A: Gabão (anfitrião), Guiné-Bissau*, Camarões<&A> e Burkina Faso.
Grupo B: Argélia, Zimbábue, Senegal e Tunísia.
Grupo C: Costa do Marfim, Togo, Marrocos e República Democrática do Congo.
Grupo D: Ghana, Uganda, Egito e Mali.
A federação de futebol da Guiné-Bissau se fez representar pelo seu presidente Manuel Nascimento Lopes, e três outros membros da federação, e também o selecionador nacional Baciro Candé. Em reação ao sorteio os dirigentes disseram que foi um sorteio equilibrado, e mostraram o seu contentamento por ser a seleção nacional a abrir a competição.
O pontapé de saída do torneio acontecerá no dia 14 de janeiro de 2017, será a Guiné-Bissau a jogar com o anfitrião (Gabão). A seleção da Guiné-Bissau ganhou o grupo E de apuramento onde estavam: Congo, Zâmbia e Quênia. Em consequência o país subiu quatro lugares na última atualização do ranking da FIFA passando a ser a seleção mais bem classificada dos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa).
Curiosidades da seleção nacional:
Participa pela primeira vez na competição;
Irá disputar o primeiro jogo desta edição do torneio com o anfitrião;
É a única estreante nesta edição;
É a única representante lusófona;
É a equipa revelação da fase de grupos de apuramento.
A espetativa à volta da seleção é grande, espera-se mais reforços porque como é sabido o país tem vários jogadores na Europa sobretudo nos escalões inferiores da seleção portuguesa, mas que nunca representaram a seleção A de Portugal e nem da Guiné por isso eles ainda são selecionáveis para a seleção nacional, por exemplo: Bruma, Carlos Mané, José Gomes e outros.


Comentar







Voltar página anterior